Roteiros dos Expressos Turísticos da CPTM serão alterados a partir de abril

Com o objetivo de permitir a implantação das melhorias no sistema ferroviário e atender as necessidades operacionais de realocamentos de viagens, a programação dos serviços turísticos oferecidos pela CPTM foi remodelada. A partir de abril, os turistas interessados em conhecer a Vila de Paranapiacaba serão beneficiados com a inclusão de uma viagem do Expresso Turístico Luz-Paranapiacaba no segundo domingo do mês, aprimorando o serviço que já era oferecido nos outros três domingos. Excepcionalmente, no dia 13 de abril, não será realizada a viagem do Expresso Turístico Luz-Mogi das Cruzes.


Consolidando as mudanças, em maio, o Expresso Turístico Luz-Mogi das Cruzes passará a realizar suas viagens sempre no segundo sábado de cada mês e não mais aos domingos, como vinha operando mensalmente desde junho de 2009. Os roteiros para Jundiaí ficaram concentrados em três sábados, com a supressão de uma viagem (antes, o destino era realizado em todos os sábados do mês). Portanto, na grade de viagens do Expresso Turístico, os segundos sábados do mês serão destinados para Mogi das Cruzes e os demais para Jundiaí.


Assim, para o mês de abril, os expressos turísticos seguirão esta programação:

  • Viagens para Jundiaí: dias 05, 12, 19 e 26 (todos os sábados);

  • Viagens para Paranapiacaba, dias 06, 13, 20 e 27 (todos os domingos).


E, a partir do mês de maio:

  • Viagens para Mogi das Cruzes: todo segundo sábado do mês;

  • Viagens para Jundiaí: todos os sábados, exceto no segundo;

  • Viagens para Paranapiacaba: todos os domingos.


Os ajustes possibilitarão a continuidade da execução das obras de modernização que vêm sendo realizadas aos finais de semana nas linhas 11-Coral (Luz – Guaianazes – Estudantes) e 12-Safira (Brás-Calmon Viana). As obras contemplam a implantação de novos sistemas de sinalização, telecomunicação e energia, além da remodelação da rede aérea e da via permanente. Essas intervenções visam ampliar o serviço do Expresso Leste de Guaianazes até Suzano, na Linha 11-Coral, além de propiciar melhor desempenho dos trens, redução de intervalos e o aumento da oferta de lugares. Além de permitir a execução das obras de modernização, os realocamentos das viagens do Expresso Turístico estão compatíveis com as atuais demandas de passageiros. Paranapiacaba, por exemplo, ganhou nova programação por ser o destino que apresenta o maior número de interessados.


Sobre o Expresso Turístico


O Expresso Turístico, criado pela STM (Secretaria dos Transportes Metropolitanos) e CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), em parceria com a Secretaria do Turismo, e com o apoio da ABPF (Associação Brasileira de Preservação Ferroviária), IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e das prefeituras de Jundiaí, Mogi das Cruzes e Santo André, faz sucesso entre o público. Desde o início de operação em abril de 2009 até fevereiro de 2014 já foram atendidos mais de 71 mil turistas em 461 viagens, o que representa índice médio de ocupação em torno de 89% no período. Em 2013, mais de 15 mil turistas viajaram nos três trajetos.


Trem: o passeio é feito a bordo de um trem, composto por uma locomotiva da CPTM e dois carros de aço inoxidável fabricados no Brasil na década de 60. Cedidos pela Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF), os vagões foram restaurados pela CPTM. São 174 poltronas para acomodar confortavelmente os turistas, além de espaço reservado para cadeira de rodas (com cinto de segurança e ancoragem da cadeira). Ao longo do percurso sobre os trilhos, que dura cerca de 1 hora e meia, monitores dão informações históricas sobre a ferrovia. A viagem para Mogi das Cruzes também conta com um vagão - bicicletário.


Passagem: o preço unitário da passagem é de R$ 34,00, exceto para os embarques na Estação Prefeito Celso Daniel - Santo André, com destino a Paranapiacaba, que saem por R$ 31,00. O bilhete é vendido das 6h às 18h30, todos os dias, na bilheteria da Estação da Luz, localizada no acesso à Pinacoteca, e na Estação Prefeito Celso Daniel-Santo André (Linha 10-Turquesa). Há descontos de 50% na compra de até três passagens para acompanhantes. O trem parte da plataforma 4 da Estação da Luz, às 8h30, e o retorno para São Paulo ocorre às 16h30, com chegada às 18h. O bilhete da CPTM contempla somente a viagem de trem até um dos três destinos. Roteiros complementares, que são de responsabilidade dos operadores de turismo regionais, devem ser adquiridos diretamente nas agências de turismo.


Os destinos


Jundiaí: a cidade conta com diversas atrações turísticas, como, por exemplo, o Museu da Companhia Paulista, que apresenta a história das ferrovias da região de Jundiaí. Lá também é possível aproveitar realizar trilhas e caminhadas na Serra do Japi, que tem 354 quilômetros quadrados de área e é uma das poucas regiões remanescentes da Mata Atlântica. Há também o chamado “circuito das frutas”, roteiro que proporciona uma imersão pelas fazendas da região produtoras de uva, caqui, morango, entre outras frutas.


Mogi das Cruzes: entre as possibilidades de lazer e cultura estão o Parque das Neblinas, que oferece diversas atividades ambientais, além das igrejas da Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo. Outra opção é o famoso “circuito das flores” que oferece ao visitante a chance de conhecer as propriedades dos produtores da região e comprar produtos diretamente dos proprietários.


Paranapiacaba: permite conhecer detalhes sobre o desenvolvimento da ferrovia no Brasil. Há passeios de Maria Fumaça pelo circuito cultural (Vila Inglesa ou Nos Trilhos da SPR), além de roteiros histórico/ambiental (Expresso Paranapiacaba) e ecológico, nas trilhas da Serra do Mar ou Nascentes do Rio Grande.


CPTM / RailNrasil